A Vinícola Villa Santa Maria, em São Bento do Sapucaí (SP), realizou nesta primeira semana de janeiro a colheita das uvas Chardonnay, com lindos cachos que serão usados na produção do Brandina Chardonnay. Ao todo foram colhidas cinco toneladas da uva. “Teremos um vinho safra 2021/2021 muito bom, de primeira linha, que vai passar pela barrica leve e deve chegar à vinícola daqui uns seis meses para consumo de nossos clientes. O Brandina Chardonnay é muito apreciado, um vinho que está entre os campeões do portfólio de vendas”, explica o empresário Marco Antonio Carbonari, um dos proprietários da vinícola.

Guto Carbonari, responsável por Agronomia e Vinhos e também proprietário do empreendimento, explica que as fortes chuvas do último período fizeram com que a colheita fosse um pouco atrasada. “Normalmente fazemos no final de dezembro, mas a maturação foi alongada sem problemas e tivemos uma colheita com alta sanidade”, avalia Guto, ressaltando que a Chardonnay colhida apresentou brics – medida de açúcar do suco da fruta – e teor de acidez com nível altíssimo de excelência.

O Brandina Chardonnay é um vinho fino branco seco, com delicados aromas de levedura, banana, maçã e flores brancas, com sabor equilibrado, fresco, com leve presença de acidez. A vinícola está localizada perto de Campos do Jordão, na divisa com Minas Gerais, na Serra da Mantiqueira, um dos lugares que tiveram expressiva evolução na produção de vinhos finos e no turismo enogastronômico.

A Chardonnay é uma uva da família da Vitis Vinefera, a partir da qual é fabricado o vinho branco de qualidade. É também conhecida como aubaine, beaunois, melon Blanc e pinot chardonnay. A Chardonnay é usada na composição do vinho champagne, sendo a responsável por seu aroma característico.