Após definir o manejo para a safra de 2023, o time agro da Vinícola Villa Santa Maria, em São Bento do Sapucaí (SP), próximo a Campos do Jordão, deu sequência à poda de Inverno de suas uvas. A prioridade foram as vermelhas, que têm um ciclo mais longo. Depois, concentrou-se nas brancas. Atualmente a propriedade dispõe ao todo de 60 mil pés, dos quais 40 mil produzindo, nas variedades Chardonnay, Cabernet Franc, Cabernet Sauvignon, Sauvignon Blanc, Syrah, Merlot e Viognier.

Os vinhedos da propriedade mantêm atividades de desfolha, desbrota, condução, poda e manutenção ao longo de todo ano. No último mês de janeiro, por exemplo, o time agro da Vinícola Villa Santa Maria realizou a colheita de Verão de uma das uvas mais charmosas da propriedade, a Chardonnay. A equipe retirou os cachos já maduros e enviou para o processo de vinificação.

O responsável pelo setor Agro da Villa, o empresário e sócio-proprietário Guto Carbonari, elogia o seu time de campo. “Formamos uma mão de obra qualificada, que entendeu a rotina de um vinhedo e que está sempre se aperfeiçoando”, afirma.

A Villa é detentora do portfólio Brandina. Seus vinhos homenageiam a matriarca da família, a vó Brandina, nona do clã de italianos e seus descendentes que encontraram na terra a oportunidade de trabalhar e gerar emprego numa das regiões mais admiradas pelos turistas, a Serra da Mantiqueira.