As tardes ensolaradas deste fim de Inverno com cara de Verão inspiraram o time da Villa Santa Maria a criar um drink refrescante e delicioso, que lembra o ponche de nossa infância e juventude. Trata-se do clericot, que leva frutas frescas e toques criativos, claro, acompanhado do Brandina, nas versões rosé e espumante.

Na receita original, criada na França, acrescenta-se uma dose de licor de laranja. Na Villa Santa Maria, o time está combinando e variando a receita com o portfólio de produtos da casa.

O chef Roque, responsável pela cozinha autoral da Bruschetteria da Villa, o restaurante da vinícola, conta um pouco dos segredos de um dos preparos. “Numa das mistura vai o espumante, uma dose de conhaque, uma dose de licor de laranja e um pouco de soda”, relata. “Com o rosè, acrescentamos o licor de morango e o licor de laranja. Não pode ser feito com o vinho tinto, pois dessa forma ele vira sangria”, explica o chefe Roque.

Em ambos os preparos, o clericot da Villa Santa Maria leva frutas como abacaxi, laranja, morango e kiwi.

Sucesso entre os clientes

A versão clássica do clericot, segundo a literatura vinífera, foi criada na França, no século XIX. Era feita com suco de limão, xerez, brandy e soda, além do vinho e das frutas. Da França, a bebida foi para a Argentina e lá se consagrou como drink acompanhado de vinho.

A Villa Santa Maria está servindo o clericot em taças ou jarras, em visual que que desperta o desejo por bebidas refrescantes neste tempo de calor intenso. Além de deliciosa, a bebida é colorida, valorizada pelos pedaços das frutas. O clericot agradou em cheio os visitantes da Villa Santa Maria neste final de semana.

“Está sendo um sucesso. Só ouço elogios dos clientes”, celebra a gerente do complexo enogastronômico, Aparecida Jucimara Cruz, a Pá. “Teve um que definiu o drink como espetacular”, lembra Pá.

Segundo ela, o drink combina com pratos leves, como saladas, mas pode ser apreciado na entrada, antes do menu gastronômico, ou como desejar o visitante.